inicio »    Cidades »    Bacabeira »    Decretada a prisão de envolvidos com o tráfico

23/11/2011 15h00 - Atualizado em 24/11/2011 01h26
redacao@folhamaranhao.com

Decretada a prisão de envolvidos com o tráfico

16 pessoas vão cumprir prisão temporária por envolvimento com tráfico de entorpecentes


Imprimir

A Juíza Rosângela S. Prazeres Macieira, titular da Comarca de Rosário, decretou a prisão temporária de 16 pessoas, entre homens e mulheres, que estariam envolvidas com o tráfico de entorpecentes nos municípios de Rosário e Bacabeira, acolhendo representação formulada pelo DENARC (Departamento de Combate a Narcóticos), com base em procedimento sigiloso.

A operação policial foi comandada pelo Delegado de Polícia Civil Dr. Cláudio Mendes Pereira, resultando no cumprimento dos respectivos mandados de prisão temporária e de busca domiciliar autorizada na residência dos representados, que supostamente integrariam a rede de tráfico de drogas na região.

Segundo investigação preliminar, respaldada em autorização judicial, a organização seria comandada pelo casal Ivania Teixeira e Marcelo Cantanhede, encarregados da distribuição de drogas para comercialização. Marcelo Cantanhede inclusive já foi denunciado em outras ocasiões pelo Ministério Público pela suposta prática dos delitos previstos nos arts. 33 e 35 da Lei 11.343/06 (Lei de Tóxicos), encontrando-se custodiado por força de decreto preventivo expedido anteriormente pela Justiça de Rosário.

Dentre as pessoas presas na operação estão incluídos Antônio Baltazar Sousa, vigilante da CEFOR que prestava serviços na Delegacia de Bacabeira, o qual, segundo as investigações facilitaria a entrada de drogas e celulares em troca de propinas pagas por Ivania, e o Policial Civil Cláudio Roberto Serra Menezes, lotado na Delegacia de Rosário, que segundo representação trabalharia para o tráfico mantendo Ivania informada sobre o depoimento dos demais traficantes presos.

Ao analisar a representação de prisão temporária e busca e apreensão domiciliar formulada pela autoridade policial do DENARC e após parecer favorável do Ministério Público, a magistrada considerou presente o "fumus comissi delicti, haja vista a prova da materialidade e os indícios suficientes de autoria, assim como o periculum libertatis, uma vez que as investigações acerca da complexa rede de tráfico da qual participariam os representados podem ser comprometidas com a liberdade dos mesmos".

Além de Ivania Teixeira, do funcionário da CEFOR lotado na Delegacia de Bacabeira, Antônio Baltazar Sousa e do Policial Civil Cláudio Roberto Serra, também foi decretada a prisão temporária de Celiane Nunes Oliveira, Dandam (companheiro de Celiane), Cláudio Roberto Serra, Lulu, Luziane, Paulo César Madeira, John Lennon, Eudson Fernando Ferreira, Biné, Galego, Risomar, Valter, Nonato e Beto.

 

» Leia mais notícias sobre:

Bacabeira, decretada, entorpecentes, prisão, tráfico

» Curta nossa página no facebook!

» Siga o @folhamaranhao no twitter!


O portal FolhaMarnhao.com não se responsabiliza por opiniões, comentários, análises e pontos de vista expressos pelos seus blogueiros.

comentários »



álbuns »

vídeos »