inicio »    Notícias »    Polícia »    Disque-Denúncia ajuda a mapear rota do tráfico de drogas no Maranhão

08/05/2012 08h00
redacao@folhamaranhao.com

Disque-Denúncia ajuda a mapear rota do tráfico de drogas no Maranhão

Em 2010 foram 438 denúncias e, no passado, o número de ligações dobrou


Imprimir

Os registros do disque-denúncia têm ajudado a polícia a mapear a rota do tráfico e consumo de drogas no Maranhão. As ligações ajudam a combater o crime e servem, também, como incentivo ao cidadão a melhorar a comunidade onde vive.

O aumento no número de pessoas interessadas em dizer não as drogas é um estímulo a mais para quem quer vencer o vício e busca apoio em centros de recuperação.

Números
Em 2010 foram 438 denúncias e no passado, o número de ligações dobrou. Entre as drogas mais citadas estão a merla e o crack.

Mas não basta só localizar e prender quem comercializa, é preciso dar uma nova vida aos dependentes químicos para interromper essa rede mantida pelo tráfico. Em reportagem exibida no JMTV 2ª edição desta segunda-feira (7), o assunto foi destacado pelo repórter Werton Araújo, que mostrou como a recuperação do vício não se trata somente de uma mudança de vida, mas de fazer as pazes com antigos sonhos e novas superações.

Um dos casos mostrados foi o de Domingos Rodrigues, que teve na própria vida o exemplo para ajudar outras pessoas. Há 2 anos ele criou, em São Luís, um centro de recuperação para mostrar que é difícil, mas não impossível se libertar do vício. O espaço se tornou um lugar de trabalho e de gente que faz questão de mostrar o rosto e contar a própria história como exemplo. Além disso, procura fazer todos os pacientes compreenderem que é preciso reconstruir uma parte da vida que ficou pra trás. Confira mais detalhes assistindo o vídeo acima.

 

» Leia mais notícias sobre:

disque-denuncia, Maranhão, tráfico

» Curta nossa página no facebook!

» Siga o @folhamaranhao no twitter!


comentários »



álbuns »

vídeos »